28.4.11

Tumblr_lhj4fowcw61qbllxlo1_400_large

 

Percebemos que a coisa muda muito entre gerações, quando se assiste a uma conversa da qual não percebemos patavina:

 

[entre a minha mãe e duas senhoras mais velhas]

 

Mãe - mas porque é que não lhe faz isso em malha, de agulha redonda, até é rápido.

Eu [a pensar] - agulha redonda??

Senhora 1 - porque eu não faço malha assim, aprendi de outra maneira...

Senhora 2 - Se calhar faz à espanhola!?

Eu [a pensar] - ???

Mãe - Isso é com a agulha debaixo do braço, não é?! Mas com a linha ao peito também é fácil. 

 

 

As coisa que se aprende. Qualquer dia vou meter conversa com alguém, do género "Então sabes fazer malha à espanhola?? (...) Eu sei. É com a agulha debaixo do braço, não sabias?!"

 

link do post Pra lá das 5, às 19:19  ver comentários (4) comentar

26.4.11

 

Não lhe gosto as músicas todas. A maior parte. No outro dia li no jornal onde ela dizia "Eu não tenho faço música para os olhos". O que é certo é que as músicas da Adele se ouvem muito bem de olhos fechados.

 

Olha Adele continua assim que vais muito bem...

 

tags: ,
link do post Pra lá das 5, às 17:44  ver comentários (2) comentar

20.4.11

 

 

Muito bom [da maneira errada, é certo]...

 

link do post Pra lá das 5, às 23:00  ver comentários (8) comentar

18.4.11

 

Este ano a Páscoa vai ser mais triste... E eu que gosto tanto da bela da amêndoinha, ontem recebi o aviso que era melhor parar. Ao comer uma amêndoa, assim que estou em plena mastigação, a fofa entorta-me o arame do aparelho, mas deixou-me isto mesmo torto. Depois lá tive de andar com o dedo a tentar pôr o ferro no sítio, e não foi nada fácil...

 

E pronto, este ano não há amêndoas para ninguém [salvo seja]...

 

link do post Pra lá das 5, às 22:30  comentar

15.4.11

Há lá melhor fim de tarde que uma esplanada, caracóis, minis e em cima um cigarrinho?? Haver até há, mas para já não está nada mal...

 

tags:
link do post Pra lá das 5, às 20:08  ver comentários (2) comentar

14.4.11

 

Tumblr_ljlejdxyi11qf7ikto1_500_large

 

Pois é... ontem fui buscar/comprar o meu certificado de aptidão pedagógica. Diz-se por aí que temos de investir em nós [e por consequente no nosso currículo] para que se torne mais fácil darem uma oportunidade às nossas capacidades. Foi nessa onda que decidi [salvo seja, fiz a proposta ao concelho de ministros e eles é que gastaram porque aqui ainda não há salário mensal] gastar 400€ em prol de mim mesma. O meu objectivo ao tirar o CAP não era de todo andar a dar formação a torto e a direito, mas sim porque é um grande factor eliminatório na minha área.

 

Antes de me inscrever estava bastante receosa, principalmente porque iria ter que falar para um monte de criaturas que eu não conhecia de lado nenhum. Isso fez com eu fosse adiando por uns tempos. Não gosto de falar em público, tal como não gostava de apresentar trabalhos, tal como geralmente não participo nas aulas, tal como odeio que que os professores peçam a minha participação em resposta alguma. Mas teve que ser e eu mesma me obriguei a tirar esta formação, mais cedo ou mais tarde teria que ser e não havia volta a dar.

 

Quando fui para a primeira sessão quase tremia como varas verdes, mas antes de entrar enchi-me de coragem [contei até 10] e até parecia outra. Não conhecia ninguém, pessoas com as mais variadas formações, com histórias para nos entreter, e veio a primeira simulação, que correu muito bem, e no final, a segunda simulação, que correu melhor ainda tal como era esperado.

 

O que é certo é que foi um mês e qualquer coisa, se aprendi muita coisa nova com a formação?? Não, nem por isso... a maior parte das coisas já as sabia, e tinha obrigação disso porque três anos a apresentar trabalhos na faculdade é coisa para nos dar algum estofo. Tornou-se uma experiência engraçada, cara, mas engraçada...

 

E assim se faz oficialmente parte do mundo dos CAPados.

tags: ,
link do post Pra lá das 5, às 14:35  ver comentários (2) comentar

11.4.11

 

Gosto de andar com as unhas coloridas e a marca que mais costumo usar é a Risqué. Acho que tem uma razoável relação qualidade/preço. Não há muito tempo tempo comprei o Escarlate [um vermelho vivo], que gosto bastante, acontece que é uma porcaria. Talvez o pior de todos os que tenho desta marca. Pinto as unhas agora, e é uma sorte se chegar ao fim da noite sem estarem lascadas. Isso irrita-me, porque estar sempre a retocar o verniz não é de todo a minha praia e não tenho paciência nenhuma para isso mas, também não gosto de andar com a unhaca bitocada. Isso também não. O Obsessão [roxo] é fantástico, aguenta-se quase uma semana impecável. Mas pronto, agora para me passar a birra contra o Escarlate ando numa de Verde Esmeraldaque nunca tinha usado. A ver quanto tempo é que este me vai durar, assim nas loucuras...

 

tags: ,
link do post Pra lá das 5, às 19:39  ver comentários (2) comentar

6.4.11

Se não tivesse prensenciado a cena, não acreditava. Num talho perto de mim, uma senhora de leste, daquelas que ainda não domina (?) a língua de camões como deve ser, chegou a vez dela e:

"eu quiero 5 bifos de carne de cabrão por favor..."

 

E posto isto eu parecia uma atrasadinha a rir, não me consegui controlar...

 

link do post Pra lá das 5, às 17:26  ver comentários (6) comentar

 
mais sobre mim
Abril 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
16

17
19
21
22
23

24
25
27
29
30


Leitura do momento
comentários recentes
Muito, muito obrigada :DBeijinho
Muito obrigada :DBeijinho
Muitos, muitos parabéns! :) Beijinho especial ♥
Muitos parabéns minha linda:) pelos dois motivos.T...
Obrigada, vou dando notícias, ainda que com pouca ...
links
subscrever feeds
blogs SAPO
Protected by Copyscape Duplicate Content Software