23.5.11

Tumblr_lkq9zdbrcw1qd3wgzo1_500_large

 

Tive agora a espreitar o calendário de posts do mês de Maio e, acho que já bati o meu record de ausência...

Parece que este blog foi botado ao abandono. Mas é tudo mentira, que eu continuo por cá...

 

Verdade seja que há algumas novidades, e com elas imensa falta de tempo. Ao que parece, aqui a criatura diz que entrou no mercado de trabalho. Diz que entra quase de madrugada, que a hora de sair é sempre pra lá do suposto. Diz que está a gostar imenso. Diz que é chegar a casa, comer e fazer trabalhos do mestrado. Diz que tem saudades de vir com os seus devanieios para estes lados. E diz também que sente a falta de visitar os seus blogs de eleição.

 

Mas a vida é assim... este diz que disse.

 

link do post Pra lá das 5, às 22:40  ver comentários (6) comentar

13.5.11

Eu só faço figuras tristes, depois fico surpreendida e vermelha como um tomate em tempos de praia.

Portanto vinha hoje no elevador e como é hábito o espelho é de olhar obrigatório. Vinha distraída, ora a ver se tinha os dentes limpos, ora a ver se os olhos estavam conformes. Noutro mundo. Depois comecei a falar sozinha para o espelho, mas em surdina, gesticulava, digamos que conversava animadamente comigo mesma. A porta o elevador abre-se e continuo com a converseta. Assim que me viro, tinha o vizinho à espera para entrar.

 

Fiquei para morrer, ele ficou-se a rir e eu completamente envergonhada. A sorte é que saía no andar em que ele entrava...

 

Ai que tristeza... 

 

link do post Pra lá das 5, às 00:10  ver comentários (4) comentar

12.5.11

 

Há algumas novidades por estes lados, mas graças à falta de tempo pra lá de muita deixo apenas esta música. Acho a ideia engraçadíssima. É um coro infantil dos Açores que faz estas preciosidades. Há mais versões com outras músicas dos piquenos mas esta é a minha preferida.

 

link do post Pra lá das 5, às 00:05  ver comentários (4) comentar

6.5.11

Eu tenho um vizinho. Toda a gente tem um vizinho. Ou vários. Eu, além de vários também tenho este. Nunca lhe vi a cara, mas palpita-me que seja possuidor de um considerável tecido adiposo ou então tem problemas respiratórios proveniente sei lá do quê.

 

A criatura ressona como se não houvesse amanhã e pelo andar da carruagem o amanhã para mim vai ser já a seguir. Não vou conseguir adormecer. Pelo som, parece que o senhor está a dormir no meu quarto, mas já olhei em redor e nada... Ou a porcaria da parede é mesmo fina, ou a potência sonora do senhor [ou senhora, não sei] é pra lá de muita.

 

Ontem à noite chegou ao cúmulo de acordar a criança do apartamento abaixo. Ponto da situação: um a ressonar ao lado, outro a chorar em baixo. Acho que vou começar a cantar, para fazermos uma orquestra, não?!

 

Bem... agora vou TENTAR dormir, antes que ele acorde a criança e seja a sinfonia completa... 

 

link do post Pra lá das 5, às 00:45  ver comentários (4) comentar

 
mais sobre mim
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


Leitura do momento
comentários recentes
Muito, muito obrigada :DBeijinho
Muito obrigada :DBeijinho
Muitos, muitos parabéns! :) Beijinho especial ♥
Muitos parabéns minha linda:) pelos dois motivos.T...
Obrigada, vou dando notícias, ainda que com pouca ...
links
subscrever feeds
blogs SAPO
Protected by Copyscape Duplicate Content Software