29.11.10

Há poucos dias comunicava eu por essa grande coisa tecnológica MSN com um colega de escola, que há imenso não vejo e também já não falávamos há uns tempinhos. A certa altura foi assim:

 

Ele - Então e já casaste?

Eu - (pausa para rir) Já já, e já tenho 3 filhos...

Ele - A sério?

Eu - Claro que não, ora pensa, já não falávamos há algum tempo, mas não o suficiente para não ter calhado em alguma das 'minhas gravidezes'. Então e tu?

Ele - Eu ainda não casei, mas tou muito feliz com uma nina...

 

Parou tudo!! Nina, isso é tão xunga. Oh L. não te fazia a falar assim, PADD [por amor de deus], é que isso ainda é pior que tratar por 'miga'. É que assim de repente Nina é o nome da cadela que o papi leva à caça, e também da gata da avó [que eu tenho pavor de medo]. Diz-me que não voltas a chamar a tua garina por nina [LOOL]. E já agora não te refiras a nenhuma rapariga com esse maravilhoso nome universal.

Vai dando notícias, sim?! Porta-te bem, beijinhos

link do post Pra lá das 5, às 19:33  ver comentários (4) comentar

13.10.10

... entre uma senhora e um senhor, amigos, e de uma certa idade.

 

Depois de uma hora e tal de conversa:

 

Ela - bem, vou-me embora que tenho dir tomar banho.

Ele [muito espantado] - outra vez? Mas tu tomas banho todos os dias? Não sabes que isso faz emagrecer?

 

 

Não deu, tive de rir... Esta nunca eu tinha ouvido. Mas fico feliz por ser magra...

link do post Pra lá das 5, às 10:30  ver comentários (9) comentar

1.9.10

 

 

Há uns dias atrás houve uma feira medieval perto da zona de habitat ao fim de semana e lá fomos nós botar o olho na festividade. Ora aqueles eventos além dos comes e bebes também tem artesanato e outras actividades [minimamente relacionadas] como leitura de cartas e mãos [e deve ser também pés e coisas que tais].

 

A C. quer que lhe leiam as cartas há pra lá de muito tempo [talvez desde a adolescência] e desta vez não perdeu oportunidade, então foi mais a Ca. que também queria saber umas coisinhas. Enquanto elas estavam à espera da sua vez, eu a I. e o R. acabávamos de jantar e observávamos o que se passava nessa tenda, sempre com a pulga atrás da orelha porque nenhum de nós acredita nessas coisas. Comentávamos que tudo o que eles diziam [os bruxos ou lá como eles se chamam] era muito geral e que servia para toda a gente.

 

Passado um bocado vimos que havia uma caixa de onde algumas pessoas tiravam uns mini-saquinhos que depois abriam e o bruxo de serviço lá falava com elas em tom de muitíssima verdade.

Às tantas a I. diz Devíamos ir ver o preço dos saquinhos e a ver o que o gajo inventava, só mesmo para ver...

 

Eu sou extremamente céptica em relação a essas coisas, mas alinhámos os 3. Perguntei o preço, e por 1€ valia apena divirtirmo-nos um bocadito. Dou o euro ao bruxo e fiz algumas perguntas de esclarecimento, tipo tiramos um qualquer?, mas o que é que tá lá dentro?, mas temos que fazer uma pergunta?, tipo o quê?

A bruxa sai de lá de dentro onde estava a ler as cartas, vira-se para a minha pessoa e diz Tu deves ser carangueijo, com certeza...

 

Escusado será dizer que fiquei em pânico porque a criatura não falhou. Aquilo deu-me um certo medo, fiquei a olhá-la de uma maneira que só me apetecia fugir [e viva o exagero]. Parece que tinha alguma coisa para me provar tipo Tu oh parva que não acreditas nestas merdas, agora levas esta embrulhadinha e pouco barulho.

 

 

Talvez um dia deste acredite, mas confesso que me fez vacilar um pouquito, enfim...

Oh god, help me...

link do post Pra lá das 5, às 10:50  ver comentários (2) comentar


 
mais sobre mim
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Leitura do momento
comentários recentes
Muito, muito obrigada :DBeijinho
Muito obrigada :DBeijinho
Muitos, muitos parabéns! :) Beijinho especial ♥
Muitos parabéns minha linda:) pelos dois motivos.T...
Obrigada, vou dando notícias, ainda que com pouca ...
links
subscrever feeds
blogs SAPO
Protected by Copyscape Duplicate Content Software