13.6.11

Tumblr_lmqzucttsg1qzbagvo1_500_large

 

Adoro estas idas ao dentista. Já por várias vezes tenho falado nisto, mas é mesmo engraçado. Parece que já faço [quase] parte da mobília, tipo cliente da casa, como quem vai todos os dias pela manhã beber a bica curta no café da esquina. Ora vejamos:

- sou sempre, sempre a última 'cliente' do dia;

- a dona M.A. [recepcionista] liga-me sempre a dizer que está quase na minha vez;

- sou cumprimentada simpaticamente pela mesma com "então menina M. cá estamos outra vez, não é verdade?!";

- as assistentes dos outros médicos quando veem à porta chamar os seus pacientes e "Oláaaa menina... então está boa?";

- o médico tem sempre imensa conversa, principalmente quando estou de boca aberta e ele a tirar os elásticos;

- chego ao consultório digo que me apetece elásticos vermelhos e tanto o médico como a assistente correm as gavetas todas à procura de algum escondido porque na palete de cores de hoje não havia;

 

e outras coisas que de momento não se me ocorrem., mas acho graça, palavra que sim. Afinal de contas já lá vai um ano e qualquer coisinha que todos os meses lá vou [pelo menos] e ainda me falta mais um ano. Quando for tirar a artilharia devemos ir lanchar todos juntos, de certezinha.

 

Durante o próximo mês sou pink, mas contrariada, queria mesmo o vermelho... Um dia posto aqui a minha palete de cores...

 

 

P.S.: adoro esta imagem!!

 

link do post Pra lá das 5, às 23:15  ver comentários (6) comentar

13.3.11

 

Há umas semanas atrás, 3 em cada 5 pessoas com as quais contactasse diariamente estavam doentes, engripadas vá...

Era raro o blog que visitásse que não fizésse menção a sontomas gripais e consequências do mesmo...

 

Em suma, não sou criatura de seguir todas as modas, nem pouco mais ou menos e, por vezes quando as sigo não é logo quando surgem. Pois bem, esta moda também resolvi aderir, depois é certo, mas agora é aqui se relata as já consequências da coisa. A febre já foi passear para outro lado, mas ontem e hoje a comunicação verbal não tem sido fácil, não há piu deste lado. Acho que o correcto é que estou disfónica. Mas com chá de casca de cebola e uns medronhos à mistura e num ápice estou pronta outra.

 

Agora vou ao antibiótico, 5cl de aguardente de medronho...

 

link do post Pra lá das 5, às 19:26  ver comentários (4) comentar

9.3.11

 

Felizmente a época carnavalesca passou e, coincidentemente, o dia da mulher também.

Ainda no outro dia, em conversa com uma amiga, cheguei à conclusão que acho estas 'festividades' uma palhaçada. Não de sempre, mas de agora. Não gosto de as comemorar porque não entendo o porquê de serem comemoradas.

 

Já fui do tempo em que adorava o carnaval, que me mascaravam e depois fui eu a mascarar-me, saía para fazer a festa, os balões de água, as serpentinas e ainda os outros rolinhos cujo nome não me lembro, as pistolas e toda a envolvente e sinceramente acho que nunca tive aquele medo atroz dos monstros carnavalescos.

 

Já fui do tempo que o dia da mulher era comemorado com um jantar entre amigas e do tempo fui que assisti ao concerto do Tony Carreira e lhe pedíamos em coro "Tony faz-me um filho".

 

Já fui do tempo em que o dia das bruxas era comemorado a preceito, com disfarce e travessuras.

 

Também já fui do tempo em que a noite da passagem de ano era muito esperada, e organizada com bastante antecedência.

 

Do tempo fui, aquele em que o dia da criança era razão para uma excitabilidade estranha, porque era a primeira ocasião do ano em que ia receber um presente (depois no aniversário e por fim  natal). Do dia do pai e da mãe. Neste caso deixei de achar graça quando eles acabaram com os presentes da criança. Fiquei deveras chateada. Não achava justo.

 

Enfim, agora acho uma palhaçada, a maior parte delas devemos dar-lhe valor todos os dias e não lembramo-nos apenas no dia em que o calendário nos obriga a recordar. São comemorações ou festividades que não me imagino a participar, no entanto, não critico quem nelas vem divertimento ou algum sentido.

Acho estranho quando as pessoas me dizem "tu mudasti", porque acho sempre que estou igual, mas agora que falo nisso, penso É verdade, talvez tenha mesmo mudado...

 

link do post Pra lá das 5, às 22:46  ver comentários (2) comentar

10.2.11

Isto da falta de tempo até pode ter vantagens. Assim não venho para aqui escrever parvoíces, e coisas extremamente pensadas, raciocínios ultra mega científicos. Mas eu gosto tanto de aqui vir devanear... Pode ser que na próxima semana já dê.

 

[e lá saiu mais uma parvoíce para a colecção. não tarda tenho a caderneta cheia] 

 

link do post Pra lá das 5, às 23:48  ver comentários (4) comentar

27.1.11

 

Pancada 10: Tirar outro curso.

 

Esta pancada teve início na altura do natal. Não há assim muito tempo, mas desde então tenho andado com uma [super] vontade de tirar outra licenciatura. Não sei qual, mas não na minha área [actual].

 

Depois dou comigo a pensar [sim, porque no meu cérebro há conversas muito interessantes] Tu deves ser tolinha, acabaste a licenciatura no ano 2010, começaste logo a tirar o mestrado, agora enfiaste-te no CAP, sabes que queres tirar uma pós-graduação quando acabares o mestrado e ainda te queres aventurar a tirar outra licenciatura? Estás a pensar começar a trabalhar com que idade? 40? E até lá são os paizinhos que te sustentam, não é verdade?! Pensa lá bem... Sai-te mais barato ires fazer uma terapia agora do que andares a pagar propinas por, pelo menos, mais 3 anos.

 

Talvez esta 'conversa' da minha cabecinha não seja de todo absurda, mas e então... também tenho ideias fixas e vai ser uma carga de trabalhos esquecer-me disto.

 

link do post Pra lá das 5, às 16:30  ver comentários (10) comentar

30.12.10

From here

 

O dia de hoje e amanhã avizinham-se um tanto atarefados. Entre acabar um trabalhito para a faculdade, dar uma mãozinha nos negócios, comprar as peças de roupa e os sapatos para a noite de 31 [valente desculpa para ir às compras], dormir, tratar da reserva no restaurante e entretanto esta noite já há festa. Por isso duvido que volte à blogolândia antes do próximo ano.

 

Não acredito em resoluções de ano novo e o Ai e tal, agora é que vai ser diferente e não sei que mais. Não faço listas do que quero mudar, de metas a atingir, do que correu mal no ano presente nem dessas tretas todas. É uma continuação, e uma bela desculpa para sermos um bocadinho mais extravagantes durante umas horas.

 

Sem mais rodeios, e usando as palavras vulgares destas alturas, desejo a todos um "Próspero Ano Novo" [ainda tenho de ir ao dicionário o que isto quer dizer que desde pequena que a oiço - LOL]. Com álcool ou sem ele, com euforia ou nas calmas, com passas ou sem elas, com muito espumante ou só com um copinho, com cuecas azuis ou noutra cor qualquer, com vestido de gala ou roupa do dia-a-dia, com vontade de mudança ou não, em cima de uma cadeira ou no chão, enfim... como desejaram ou como se proporcionou...

 

Boas saídas e excelentes entradas em 2011!!

 

 

A propósito, tenho cá para mim que o último dia do ano e o primeiro do que sucede, devem ser os dias em que maior é a taxa de pessoas alcoolicamente bem dispostas e se não me falharem as contas farei parte dessa percentagem, de preferência com Martini, que sendo uma das bebidas que mais gosto, em espumante não lhes deve ficar nada atrás, espero.

 

link do post Pra lá das 5, às 10:30  ver comentários (4) comentar

24.11.10

Eu não sei se é do tempo, do stress, da escova ou do que o diabo se lembre, mas anda-me a cair tanto, mas tanto cabelo que a única maneira de rentabilizar a situação é vendê-lo para a indústria das extensões. Acho que será uma boa alternativa, e só com o cabelo que me cai dá para fazer uma cabeleira completa. Tenho de me ir informar sobre o assunto e rondar os preços que se andam a praticar. E se não acaba esta queda, qualquer dia estou como o bicharoco da foto, com meia dúzia de cabelinhos só para compor o boneco...

 

From here

link do post Pra lá das 5, às 16:04  ver comentários (2) comentar

28.10.10

Google images

 

O mundo anda [ou sempre andou] por fases, ora é as tragédias, ora os fenómenos naturais, a fase em que morre uma batulada de gente e a fase em que anda tudo grávido.

 

É nesta última que me vou ficar [entenda-se a escrever]. Volta e meia liga-me uma amiga a dizer que a fulana tal está grávida, ou ouvem-se conversas ou vejo-as na rua. Isto tudo malta que andou comigo na primária. Tá tudo grávido. Fico sempre espantada [or not]. É certo que já tenho idade para ser mãe, mas ainda sou quase uma criança.

 

Ainda hoje vi uma rapariga que não me cruzava com ela há imenso tempo e ao longe pareceu-me assim um bocadinho gordinha, mas quando passámos mesmo perto é que reparei que aquela gordura 4 ou 5 meses depois passa. Incrédula, só não fiquei de boca aberta e a apontar para a barriga dela porque estava em frente a um hospital psiquiátrico.

 

No final de contas não há mal nenhum nisto [é a lei da vida e o Cavaco Silva adora], a mim é que não me passa pela cabeça engravidar agora [se bem que às vezes não há tempo para pensar]. Ainda ontem éramos umas criancinhas a brincar à apanhada, ao elástico ou até mesmo à bola, só que agora estamos em fases diferentes de brincadeiras, porque enquanto eu ainda ando a brincar às escolinhas, elas já brincam aos pais e às mães.

link do post Pra lá das 5, às 15:41  ver comentários (2) comentar

2.9.10

 

Acho uma graça do caraças quando vou à secção de charcutaria, peço 200gr de queijo [exemplo] e a criatura que me atende não falha uma grama.

 

Sei que isto é muito parolo, tipo não tenho mais nada que fazer, mas já por várias vezes, com várias pessoas...

 

Ah e tal quero 100gr de fiambre... e pimbas, balança a marcar um zero zero, e as senhoras [normalmente] que estão a despachar, esboçam um ligeiro e discreto sorriso tipo, sou muita boa nisto pá, não falha nem uma grama, viu viu?!? a fatia ali ao pormenor, fantástico, toda uma técnica de olho...

É claro que esta última parte é o que eu acho, o que passa em roda-testa, é assim... é o que dá estar imenso tempo à espera da minha vez.

 

Para a próxima abordarei a técnica de condução de veículos longos [vulgo 500 carrinhos enfiados uns nos outros] por corredores apertados ou coisas parecidas.

link do post Pra lá das 5, às 11:00  ver comentários (3) comentar

24.8.10

 

Come ervinha filha, come que só te faz bem. A ti e a mim claro.

 

Acho uma graça ao novo anúncio de uma das marcas de leite mais vendidas em Portugal [não vou precisar a marca, porque não tenho a certeza], onde o avô diz ao neto que as vacas são passeadas, depois ficam todas contentes, dão um leite melhor e é por isso que ele tira boas notas a matemática. Mais coisa menos coisa é algo parecido.

Eu gosto muito de dar o meu parecer [por vezes, nem sempre] então sugiro que levem as vacas ao cinema, de preferência um filme 3D [estou mesmo a imaginar as vacas com os óculos, e já agora pipocas doces], depois dão-lhe banho porque está muito calor, e ainda lhes podem dar um geladinho ou um granizado. E depois eu vou beber aquele leitinho, que vai tornar estas ideias um pouco mais lúcidas. Tenho cá para mim que o leite que ando a beber deve ser de vacas muito mal tratadas, e ainda desconfio que possa ser kéfir com rótulo de leite meio gordo.

 

Bem, por hoje já chega de ideias disparatadas. Amanhã [talvez] há mais, consoante a agenda. Mas convenhamos que gostava de ter uma agenda de vaca fina, assim amanhã de manhã dormia, depois ia almoçar fora, ainda me faziam umas festinhas, à tarde cinema, e ao sol posto bebia-se um granizado, pois pois...

link do post Pra lá das 5, às 15:00  comentar

29.7.10

 

Estava-me a lembrar da campanha da Nestea para incluir mudasti no dicionário de língua portuguesa. PELO-AMOR-DE-DEUS. Seria o quê?

 

Mudasti - acto ou efeito de mudar; verbo mudar, conjugado na 2ª pessoa do singular do dialecto alentejano. Ex: Compadri, mudasti as vacas de pasto?

 

Eu sei que não sou a mais portuguesinha dos portugueses, mas sinceramente... e ainda tentam refutar a teoria da mudança porque palavras como catrafilar lá estão e mudasti não.

 

Mas isto tudo porquê? Só porque mudasti se diz algumas vezes na rua? Que eu saiba, caralho e foda-se dizem-se muito mais vezes [e ouvem-se ainda mais]  e não é por isso que estão no dicionário... 

 

Assim looool também lá devia estar, não?!

 

 

Pronto, já me passou a 'fúria', já estou mais calma, vou ali até à praia apanhar sol...

link do post Pra lá das 5, às 15:50  ver comentários (8) comentar

19.7.10

Pois é criatura parva, andaste a brincar às férias durante o fim de semana, foste para a borga os dias todos, não fizeste um chavo do que era suposto, agora amanha-te. Soube-te bem, não foi?! Pois acredito que sim, mas como deves calcular agora sofres as consequências. E só espero que não te lixes à grande graças a isso, mas era muito bem feito. Agora que isto está mesmo na recta final é que queres deitar tudo a perder??? Pensa bem oh cabeça oca...

link do post Pra lá das 5, às 11:30  ver comentários (6) comentar

16.7.10

 

Ontem cometi uma loucura, vá uma semi-loucura, fui à praia...

E tal como em todas as outras coisas em que sou do contra, a praia não é excepção, também há pormenores que não suporto.

 

Odeio quando vou à praia e tenho a sorte que uma qualquer criatura se meta nas proximidades, completamente besuntada em óleo de coco... Que vómitos.

Não tenho nada a ver que as pessoas se ponham a fritar, mas o côco dispensava-se.

Dá-me vontade de dizer "Olhe desculpe lá, mas vá-se embora daqui porque eu odeio coco e cheguei aqui primeiro, por isso é a andar"...

 

Cá para mim, com certeza que tenho de levar uma tabuleta tipo aquela do PROIBIDO CÃES, mas PROIBIDAS PESSOAS POSSUIDORAS DE AROMAS A COCO, NUM RAIO DE 500 METROS.

 

Parece-me bem, é que não me dá muito jeito andar a vomitar pela praia. 

link do post Pra lá das 5, às 14:15  ver comentários (5) comentar

29.6.10

Isto hoje tá muita complicado. Pouco passa das 7 da tarde, e já dormia até de manhã. Estou com umas olheiras que me chegam ao queixo, pareço um zombie, tenho que quase fechar os olhos para conseguir focar as coisas, não digo coisa com coisa, só disparates portanto.

 

Agora vou fazer uma mini break para ver a nossa selecção, e se o jogo não me cativar o suficiente é certo que vejo-o de olhos fechados.

 

Entretanto vou buscar a minha vuvuzela [or not] e fazer mais barulho que o meu vizinho.

Por falar em vuvuzela, ontem estava um puto a soprar na coisa, e palavra que aquilo parecia uma vaca a mugir... 

link do post Pra lá das 5, às 19:03  comentar

14.6.10

Então S. Pedro, que tal vai isso? Tudo em forma?

 

Não te vou tomar muito tempo porque deves ter inúmeras coisas para fazer [tipo renegociar o preço da água], era só para te agradecer a merda de fim de semana prolongado que nos concebeste. A sério que sim, desta forma não me fizeste escolher entre umas horinhas de praia e todo o trabalho que tenho para fazer. Mas sabes, foram quatro dias e teve frio, ainda andei de óculos de sol [loucura] mas de casaco.

E outra, houve imensa gente que se deslocou dos locais habitacionais na esperança de aumentarem um ou dois tons na sua pele e tu, parvo das ideias, nada. Mas pensando bem, acho que até foste esperto, ou pelo menos deves ganhar algo com isso [deves andar nos conects com o Sócrates], porque os centros comerciais estavam à pinha, e por certo que o negócio deve ter corrido bem.

 

Já meteste a mão na consciência, já?! A quantidade de bolas de berlim que deve ter ido para o lixo. Não se faz. Desperdício é o que é...

Eu sei que sou do contra, e também sei que tu és 100 vezes pior que eu, ou seja, nunca estaremos de acordo em nada, porque agora eu queria sol e praia, mas depois vais abusar de exagero no sol que nos vais dar, e aí eu quero menos sol. Enfim, é a treta do costume que tu já sabes.

 

Bem, agora vou fazer qualquer coisa de útil à minha vida, porque tu por mim não fazes nada.

Olha tenho uma sugestão para ti, vai de férias para o estrangeiro e deixa-nos em stand by com uns 27 graus e sol, sim?!

Txau, diverte-te...

link do post Pra lá das 5, às 10:36  comentar


 
mais sobre mim
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Leitura do momento
comentários recentes
Muito, muito obrigada :DBeijinho
Muito obrigada :DBeijinho
Muitos, muitos parabéns! :) Beijinho especial ♥
Muitos parabéns minha linda:) pelos dois motivos.T...
Obrigada, vou dando notícias, ainda que com pouca ...
links
blogs SAPO
Protected by Copyscape Duplicate Content Software