9.3.11

 

Felizmente a época carnavalesca passou e, coincidentemente, o dia da mulher também.

Ainda no outro dia, em conversa com uma amiga, cheguei à conclusão que acho estas 'festividades' uma palhaçada. Não de sempre, mas de agora. Não gosto de as comemorar porque não entendo o porquê de serem comemoradas.

 

Já fui do tempo em que adorava o carnaval, que me mascaravam e depois fui eu a mascarar-me, saía para fazer a festa, os balões de água, as serpentinas e ainda os outros rolinhos cujo nome não me lembro, as pistolas e toda a envolvente e sinceramente acho que nunca tive aquele medo atroz dos monstros carnavalescos.

 

Já fui do tempo que o dia da mulher era comemorado com um jantar entre amigas e do tempo fui que assisti ao concerto do Tony Carreira e lhe pedíamos em coro "Tony faz-me um filho".

 

Já fui do tempo em que o dia das bruxas era comemorado a preceito, com disfarce e travessuras.

 

Também já fui do tempo em que a noite da passagem de ano era muito esperada, e organizada com bastante antecedência.

 

Do tempo fui, aquele em que o dia da criança era razão para uma excitabilidade estranha, porque era a primeira ocasião do ano em que ia receber um presente (depois no aniversário e por fim  natal). Do dia do pai e da mãe. Neste caso deixei de achar graça quando eles acabaram com os presentes da criança. Fiquei deveras chateada. Não achava justo.

 

Enfim, agora acho uma palhaçada, a maior parte delas devemos dar-lhe valor todos os dias e não lembramo-nos apenas no dia em que o calendário nos obriga a recordar. São comemorações ou festividades que não me imagino a participar, no entanto, não critico quem nelas vem divertimento ou algum sentido.

Acho estranho quando as pessoas me dizem "tu mudasti", porque acho sempre que estou igual, mas agora que falo nisso, penso É verdade, talvez tenha mesmo mudado...

 

link do post Pra lá das 5, às 22:46 

De Maria Araújo a 14 de Março de 2011 às 22:29
Há muitos anos que não alinho, nem gosto dessas festas. Só o Natal.
Festas de aniversário, jamtares de amigos(as), uma saída à noite, isso, dou valor.
Só me lembro de gostar das noites de Santo António no Rossio da Sé, que acabaram com o decorrer dos anos, e do São João, mas nessa altura tinha motivos.
Depois, deixei dessa pallhaçadas.
Estamos de acordo.
Beijinho


Ah! isso quer dizer maturidade, e nunca velhice. Chegamos aos 30tas e tudo em muda em nós. Somos mais exigentes

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

 
mais sobre mim
Março 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

15
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30


Leitura do momento
comentários recentes
Muito, muito obrigada :DBeijinho
Muito obrigada :DBeijinho
Muitos, muitos parabéns! :) Beijinho especial ♥
Muitos parabéns minha linda:) pelos dois motivos.T...
Obrigada, vou dando notícias, ainda que com pouca ...
links
subscrever feeds
blogs SAPO