25.2.10

Chegaram os dois, ela pediu um garoto e um bolo e ele uma macieira. Sentaram-se. Pareciam um casal, embora a princípio não o denunciassem muito. As caras pareciam-me conhecidas, talvez os tivesse já visto outra vez. Tinham um ar assim... um pouco sujo, vá um bocadinho chungosos. Aparentavam cerca de 50 anos. Isto agora pode parecer um bocado mau mas, o rosto dele parecia marcado pelas drogas, e o dela pela prostituição. Mas convenci-me que os estava a 'julgar', e dar-lhes um passado que poderia não ser o deles.

 

Uma das coisas que faço, já sem me aperceber, é observar pessoas, os rostos, o modo como falam, a roupa que vestem, a maneira como se movimentam e, como até tinha um tempinho, fiquei a ler o jornal e a observar discretamente a situação.

 

- Tou gorda, não achas?

- Bem, não estás magra, mas já tiveste pior...

- Mas o que é que eu te fiz para me tratares assim?!

- Nada... mas continuo à espera...

 

Bem, e mais uma mãozinhas agarradas, umas festinhas, uns beijinhos. Já tinha esclarecido que eram mesmo um casal. Volta e meia ele levanta-se e diz para ela "Quanto é que eu te devo?". Deu-lhe umas notas, que não consegui ver quanto, e acaba "Amanhã à mesma hora, e não me ligues. Se eu quiser logo entro em contacto contigo". E vai embora. Ela guarda o dinheiro e segue outro caminho.

 

Não é que todas as primeiras impressões que tenho sejam sempre certas, mas fiquei redondamente convencida de que neste caso...

link do post Pra lá das 5, às 14:16  comentar

 
mais sobre mim
Fevereiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9

20

27



Leitura do momento
comentários recentes
Muito, muito obrigada :DBeijinho
Muito obrigada :DBeijinho
Muitos, muitos parabéns! :) Beijinho especial ♥
Muitos parabéns minha linda:) pelos dois motivos.T...
Obrigada, vou dando notícias, ainda que com pouca ...
links
blogs SAPO