20.1.12

Hoje devia sentir-me feliz, bem comigo própria, como quem faz uma boa acção e sente interiormente um conforto pelo que fez. É verdade, eu hoje dei um contributo simbólico [tipo assim coisa pouca], uma ajudinha vá, para que o nosso país recupere desta crise.

 

Isto em versão Rock in Rio seria qualquer coisa como EU VOU [ajudar o estado], EU FUI [multada].

 

Fez-me ganhar o dia, a semana e o mês. Chegar ao carro e tê-lo bloqueado foi algo que nunca pensei ver tão cedo. Foram só 61€ para me desbloquearem  roda e mais 30 por estacionamento indevido. Depois quando o Sr. Agente me estava a passar o recibo do pagamento perguntei-lhe, assim num tom arrogante-irónico-estúpido Então mas escute lá, isto dá para pôr no IRS, não?!

 

Perante isto recebi a resposta brilhante e inteligente jamais imaginada, Oh minha senhora, se isto desse para pôr no IRS toda a gente iria querer ser multada.

 

Ó SEU BURRO DE MERDA, ALÉM DE SER ANTIPÁTICO COMO O RAIO AINDA ME VEM COMO UMA DESSAS?!?! É CLARO QUE FUI MULTADA DE PROPÓSITO, PORQUE IRIA RECEBER UM ENORME REEMBOLSO E GRAÇAS A SI [e a mim também, vá] JÁ NÃO VOU MAIS AOS SALDOS. ACHA ISSO BEM?! É QUE AS BOTAS ERAM MESMO GIRAS. SEU CRETINO.

 

Pronto, por hoje já chega. Felizmente a fúria já vai passando e ainda por cima, aquele amarelo do bloqueador não ficava nada bem com a cor do meu carro.

 

link do post Pra lá das 5, às 00:06  ver comentários (6) comentar

10.11.11

Não há muitos dias atrás pensei escrever sobre as lesmas das nossas estradas. Normalmente todas as semanas faço duas viagens de cerca de 130km. Há alguns troços muito chatos de se conduzir, pela quantidade de curvas, falta de visibilidade, alguns quilómetros seguidos em que o traço não deixa de ser contínuo, daí que quando apanho lesmas à minha frente vou até aos arames. Costumo viajar por volta das 6h30 da manhã e por isso, com o tempo contado. Nesse dia não era excepção e perdi tanto tempo atrás do caracol que até cheguei atrasada, tal não era a velocidade. Fiquei insuportável e andei todo o dia impertinente. Digo estas coisas mas sei que cada um viaja à velocidade que quer [que é como quem diz], sei também que a culpa foi minha, pois devia ter saído de casa mais cedo e fazer as coisas nas calmas.

 

Mas hoje o que vou escrever é que essa lesma passei a ser eu. Pelo menos enquanto chover, enquanto as nossas estradas estiverem molhadas. Apanhei um susto que me valeu a vida [que exagerada]. Conheço esta estrada [quase] como a palma da minha mão, daí esticar-me um bocado na velocidade. Uma destas manhãs, depois de ter chovido toda a noite, a estrada estava encharcada e, numa das curvas, fiz a inversão de marcha mais rápida da minha vida. Talvez devido aos óleos que havia na estrada, não sei. Ao pensar no sucedido, aquilo parece cena de filme. Ao fazer a curva, virei ligeiramente o volante [convinha, não é?!] e basicamente o carro girou todo sobre a roda dianteira esquerda, e quando já estava na faixa contrária [mas no sentido correcto], deslizou para trás e enfiou-se na valeta.

 

No meio desta brincadeira toda tive a grande sorte de não vir nenhum carro no sentido contrário. Nesse preciso momento só pensei "FODA-SE... isto não me está a acontecer. Vou partir o carro todo".

 

Esta foi uma lição para a minha pessoa e, enquanto me lembrar desta, posso ser eu a lesma que vai à vossa frente numa corrente de curva numa qualquer estrada do nosso país porque antes chegar tarde e bem do que não chegar.

 

Senhores que andam à procura de duplos para novelas ou filmes, se precisarem de alguém que faça inversões de marcha em menos de 3 segundos estejam à vontade em contactar-me através do mail do blog, boa?!

 

link do post Pra lá das 5, às 21:11  comentar

13.1.11

 

Abrir o fecho. Abrir a porta porta de trás e colocar a mala. Fechar a porta. Abrir porta da frente. Sentar. Fechar a porta. Enfiar a chave e rodá-la. Meter a primeira. Destravar. Seguir viagem. Colocar cinto de segurança.

 

Infelizmente tenho o péssimo hábito de colocar o cinto de segurança depois do seguir viagem. É certo e sabido que depois de se pôr o carro a andar e nós sem cinto, temos direito a um prémio de 120 euros. Hoje para não variar fiz o que costumo fazer sempre. Acontece que perto do local de habitação está uma obra on fire, e qual não é o meu espanto quando passo o camião do cimento e ao lado está um polícia? Já foste, foi logo o que pensei... ele não me disse nada, eu fiz que estava tudo normal, segui viagem...

 

Já no outro dia sem me aperceber passei por um radar com velocidade a mais, e só soube porque atrás vinha um colega que depois comentou. Eu nem sequer vi o carro fora da estrada e costumo ser bastante cautelosa com essas coisas. Viva a distracção.

 

É oficial, qualquer dia recebo uma cartinha. Quer dizer, o papi é que recebe a cartinha, o resto é que eu não sei. É nestas alturas que eu gostava que a avó tivesse a carta.

link do post Pra lá das 5, às 15:03  comentar

12.7.10

Depois de devidamente resolvida a situação do óleo, procedeu-se a uma ligeira limpeza e respectiva lavagem exterior.

Nesta altura do ano, o carro parece um cemitério de garrafas de água. Tinha 2 garrafas de 1,5L, 6 de 0,5L e 1 das pequenas, e todas elas armazenadas só numa semana. Adiante.

 

Enquanto esperava a minha vez para a lavagem de pressão, estava a observar uma criaturinha que lavava meticulosamente o seu carrinho novo. A mãe punha as moedas e ela andava de uma lado para o outro com a pistola na mão. Teve quase 5 minutos a lavar cada jante. Quando só faltava uma das jantes, a água parou [isto depois da velha ter posto umas 100 moedas]

 

Meticulosa: Outra vez?

Mãe: Sim, mas eu meto mais uma...

Meticulosa irritada: Que grande roubalheira, ladrões...

 

E rir, não?! Claro que me fartei de rir, aquilo mete-se a moeda, e é por tempo, e ela devia estar a pensar que era infinito, não?! Eu devia era ter-lhe pago para ela me lavar o vidro da frente, que com a quantidade de bicharocos que ali morrem, passando depois a um estado gorduroso, não é muito fácil de sair, ainda para mais que não tenho muita paciência para essas coisitas. Enfim

 

[Ah e meti um lençol no carro, como os velhos fazem, para as aves, tipo pardais e andorinhas não me cagarem o carro todo].

link do post Pra lá das 5, às 15:30  ver comentários (2) comentar

Ontem tirou-se um bocadinho da tarde para tratar do carro, isto é, lavá-lo, arrumá-lo por dentro, e pôr óleo.

Comecei pela última. O veículo anda a consumir mais óleo que água, e está prestes a concorrer com a quantidade de combustível que leva por semana. Tenho cá para mim, que ali qualquer coisa se passa. É que levar 1L de óleo de duas em duas semanas, [e na minha ignorância dessas mecânicas] não é normalito, independentemente de andar a gastar um depósito por semana.

 

Ora chego eu às bombas de gasolina, e mostro ao sr. o papelito da mudança de óleo, onde lá diz qual é o indicado, ou o que tenho que pôr, whatever... e então

Sr. gasolineiro: olhe desse tenho mineral, e semi-mineral...

Ignorante: ah bom, pois olhe não faço ideia...

Sr. gasolineiro: e depois tenho este que é mais espesso.

Ignorante [a não pescar nada da coisa]: interessante. Então e quais são os preços?

Sr. : este custa 30 e este 25...

Ignorante que sabia que havia mais barato: ah pois, olhe mas como eu não sei bem qual deles é, vou informar-me melhor e depois logo cá venho.

 

Txauzinho...

 

Depois fui ao hiper, onde sabia que havia só um tipo de óleo, e assunto resolvido, cheguei a casa, carrinho à sombra, abre-se o capô, tira-se a vareta e começa-se a verter o óleo lá para dentro.

O grande problema é que aquele buraquinho é muito pequenino e as garrafas nem sequer trazem funil, resultado, o óleo em em vez de entrar, vai para um outro sítio ali ao lado, ou seja, como o carro estava quente, aquilo começa a deitar fumo, mas mesmo muito, e a cheirar a óleo queimado pra lá da conta. Azelha diria eu...

 

 

 

link do post Pra lá das 5, às 10:34  ver comentários (4) comentar

19.5.10

Imagem daqui

 

Ontem reparei numa coisa, que me fez pensar [para variar é daquelas coisas pertinentíssimas].

Dar carros de 6 mudanças aos velhos [entenda-se velhos nabos], é um desperdício. Isto porque a maior parte só utiliza a primeira e a marcha-atrás, sendo que esta última é muito perigosa, e quanto a mim não devia existir.

 

Eu sei que não sou nunhuma super piloto, e que faço com cada asneira de tirar qualquer criatura do sério. Mas os velhos?! Abusam, não digo que sejam todos, mas são cá um perigo rodoviário... Não respeitam Stop's, nem cedências de passagem, nem passadeiras, e não é por irem depressa, porque em primeira numa estrada de 50, aquilo ganha uma velocidade dos diabos, um caracol ganha-lhes. Acho giro quando eles passam por nós e fico a pensar "Ah, é agora que mete a segunda [pausa], não, é agora, ói ói, vá agora pá..." e nadinha. Tadito do motor. E já mais pensar em acenar a algum conhecido, é o suficiente para que o peão das passadeira seja colhido.

 

Depois a outra parte gira é quando alguém nos diz que o Sr. tal foi para o lar e meteu o carro à venda, 100 contos, carrinho de passeio ao domingo, poucos quilómetros, como novo e não sei quê... Esquece-se de dizer que a 2a, 3a, 4a e 5a mudanças são a estrear, e que o motor está pela hora da amargura.

 

Bem mas nem tudo é mau [de momento não me recordo é de pontos positivos].

 

link do post Pra lá das 5, às 10:12  ver comentários (7) comentar

18.3.10

 

Esta semana tenho um meio de transporte novo. Quer dizer, não é novo, simplesmente não é o do costume. Então tenho andado numa espécie de carrinho, vulgo calhambeque ou carrimpana, que tem uns pneus tipo rodas de ciclismo.

 

É do melhor, baila na estrada que parece um artista. Ah depois não tem direcção assistida, ou seja, estou a ganhar músculo nos bracinhos. Escusado será dizer que para estacionar é tipo velha de 80 anos ao volante, fica todo atravessado, e já cheguei a deixá-lo no meio da estrada com os quatro piscas ligados enquanto vim a casa. A porta está empenada, e não acerto com a embraiagem. Do melhor, portanto.

 

Todo este embróglio porque o meu (ao qual estou habituada e que consigo estacionar decentemente) tinha que ir à tal coisa chamada inspecção que o pápi fez o favor de tratar e de me poupar tempo. 

link do post Pra lá das 5, às 17:08  comentar


 
mais sobre mim
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Leitura do momento
comentários recentes
Muito, muito obrigada :DBeijinho
Muito obrigada :DBeijinho
Muitos, muitos parabéns! :) Beijinho especial ♥
Muitos parabéns minha linda:) pelos dois motivos.T...
Obrigada, vou dando notícias, ainda que com pouca ...
links
subscrever feeds
blogs SAPO
Protected by Copyscape Duplicate Content Software