30.6.10

 

Era uma vez uma fatia de melão, que já era filha única, e numa bela noite estava a ser comida por uma adorável criatura que a degustava com imenso prazer. A dita fatia estava fresca, doce e não demasiado madura, mesmo no ponto. Às tantas, quando só já faltava um quadradinho para que a fatia fosse reduzida à casca, caiu dentro do prato da sopa.

 

[quase] Fim da história.

 

 

Depois vem a parte em que fiquei passada das ideias porque odeio quando isto acontece.

E não foi só ontem com o melão. Normalmente é sempre no último bocadinho, aquele que eu acho mais saboroso, aquele que quero mesmo comer, e pimbas, cai dentro do prato da sopa, ou do peixe, ou do lava-loiça. Depois ganha o sabor de onde caiu e mesmo que se lave nunca é a mesma coisa, não sabe ao mesmo. Qual é o interesse de comer pessego com flavour a carapaus?! A mi no me gusta. Manias.

 

Esquesitinha, esquesitóide, mas não como. As leis da atracção são mesmo parvas, vai a fruta [ou pão, ou qualquer coisinha] mesmo a chegar a boca, e por obra do espírito santo, cai da mão, ou solta-se do garfo, ou a colher dá ao lado. Uma chatice é o que é...

link do post Pra lá das 5, às 10:25  comentar


 
mais sobre mim
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Leitura do momento
comentários recentes
Muito, muito obrigada :DBeijinho
Muito obrigada :DBeijinho
Muitos, muitos parabéns! :) Beijinho especial ♥
Muitos parabéns minha linda:) pelos dois motivos.T...
Obrigada, vou dando notícias, ainda que com pouca ...
links
subscrever feeds
blogs SAPO